Home Política MORADIA, CULTURA e AGRICULTURA FAMILIAR: motivos da covardia dos parlamentares goianos

MORADIA, CULTURA e AGRICULTURA FAMILIAR: motivos da covardia dos parlamentares goianos

Ilustração em massa de modelar, um homem com máquinas e caminhões do programa de aceleração do crescimento. O Homem tem uma estrela no peito.
 
Um benefício de R$ 50 reais mensais concedidos pelo empregador para os trabalhadores e trabalhadoras, que poderão comprar produtos ou serviços culturais, pode assustar 16 parlamentares goianos que não querem seus empregados no teatro ou comprando livros.
O crescimento da agricultura familiar em Goiás, e os programas de aquisição direta de alimentos para a merenda escolar, além da organização das cooperativas de produção no estado, pode ameaçar o latifúndio goiano e os monocultores de soja, milho e cana. As máquinas e caminhões entregues aos 226 municípios goianos, foram motivo de festa para os trabalhadores e trabalhadoras rurais e também dos arrendatários, médios produtores e assentados da reforma a agrária. Aliás, o ato de entrega de máquinas para os prefeitos de todos os partidos, foi onde os parlamentares goianos tiraram mais fotos e vantagens…
Mas para não esticar a conversa, acho que a moradia digna é a maior vergonha dos parlamentares goianos, que sempre ultrapassaram as urnas com promessas de casa para os eleitores. A entrega de mais de 100 mil casas em Goiás através do programa Minha Casa Minha Vida, apavora os deputados e deputadas do estado de Goiás.
Por esses e outras centenas de motivos, o parlamento brasileiro se acovardou e votou pelo golpe. Em Goiás, 16 votos contra a Dilma Rousseff, mostra que o Governo Federal caminha para a maioria da população e que a democracia representativa está cada vez mais fragilizada.
 
Ilustração – Guilherme Noleto
 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Mais Lidas