Home Posts INVOCAÇÃO A MARIAMA - A IGREJA QUE EU ACREDITO

INVOCAÇÃO A MARIAMA – A IGREJA QUE EU ACREDITO

Eu acredito em uma Igreja que invoca MARIAMA dessa forma e desse jeito. Viva!

 

INVOCAÇÃO A MARIAMA

 

D.Helder Câmara, arcebispo de Olinda e Recife (memória)

Mariama, Nossa Senhora

Mãe de Cristo e Mãe dos Homens!

Mariama, Mãe dos homens de todas as raças,

De todas as coisas, de todos os cantos da Terra.

Pede a teu filho que esta festa não termine aqui,

a marcha final vai ser linda de viver.

Mas é importante, Mariama, que a Igreja de teu filho

não fique em palavras, não fique em aplausos.

O importante é que a CNBB, Conferência dos Bispos,

Embarque de cheio na Causa dos Negros, como entrou de

cheio na Pastoral da Terra e na Pastoral dos Índios.

Não basta pedir perdão pelos erros de ontem.

É preciso acertar o passo hoje sem ligar ao que disserem.

Claro que dirão, Mariama, que é política, que é subversão,

que é comunismo.

É, Evangelho de Cristo, Mariama.

Mariama, Mãe querida, problema de negro acaba se

Ligando com todos os grandes problemas humanos.

Com todos os absurdos contra a humanidade,

com todas as injustiças e opressões.

Mariama, que se acabe, mas se acabe mesmo a maldita

Fabricação de armas.

O mundo precisa fabricar é Paz.

Basta de injustiça, de uns sem saber o que fazer com tanta

terra e milhões sem um palmo de terra onde morar.

Basta de uns tendo de vomitar pra poder comer mais

e 50 milhões morrendo de fome num ano só.

Basta de uns com empresas se derramando pelo mundo todo e milhões sem um canto onde ganhar o pão de cada dia.

Mariama, Nossa Senhora, Mãe querida,

Nem precisa ir tão longe como no teu hino.

Nem precisa que os ricos saiam de mãos vazias

E os pobres de mãos cheias.

Nem pobres nem ricos.

Nada de escravo de hoje ser o senhor de escravos de amanhã.

Basta de escravos.

Um mundo sem senhores e sem escravos.

Um mundo de irmãos.

De irmãos não só de nome e de mentira,

De irmãos de verdade, Mariama.

 

 

Dom Helder Câmara, arcebispo de Olinda e Recife, em 1982, com  Dom Pedro Casaldáliga, Milton Nascimento e Pedro Tierra, na Missa dos Quilombos.

Se desejar ouvir o CD original, mande sua mensagem.

1 COMMENT

  1. Que grata surpresa encontrar esta fala de D.Helder que acalentou meu idealismo juvenil durante anos. Tão atual, tão verdadeira, tão necessária. Obrigado!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Mais Lidas