Home Posts SECRETÁRIA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE SERÁ SEPULTADA HOJE EM BRASÍLIA

SECRETÁRIA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE SERÁ SEPULTADA HOJE EM BRASÍLIA

Neide Rodrigues, secretária executiva do CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE, faleceu neste sábado, 24, na UPA – Samambaia-DF – cidade próxima a Brasília. Neide tinha 55 anos e era uma combativa defensora do Sistema Único de Saúde no Brasil.O sepultamento da Neide está marcado para 17h00, velório a partir das 15h00 no cemitério Campo da esperança do Plano Plioto capela 5.

Confira a NOTA DE PESAR do CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE – CNS:
IMG_0568
É com pesar que o Conselho Nacional de Saúde (CNS) comunica o falecimento de nossa secretária-executiva, Neide Rodrigues, na manhã de hoje (24/03/2018), em Brasília. Neide foi acometida por uma parada cardíaca. Nossa solidariedade aos amigos, familiares, colaboradores do CNS e companheiros de luta, que tiveram a honra de conviver ao lado de um exemplo de resistência e compromisso com o controle social brasileiro.
Neide assumiu a secretaria-executiva do CNS, órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), em 2016, desde então vinha desempenhando um excelente trabalho na gestão técnica e política do conselho, dando encaminhamento às recomendações, moções, resoluções e deliberações dos conselheiros e conselheiras nacionais de saúde. Seu falecimento aconteceu dois dias após o falecimento de João Palma, outro importante companheiro de luta, que antecedeu a gestão de Neide na secretaria-executiva. Duas perdas que ficarão na memória.
Neide era filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), trabalhou no Departamento de Assistência Farmacêutica do MS e no gabinete do ex-ministro da saúde Alexandre Padilha. Tinha graduação em Administração pelo Instituto de Educação e Ensino Superior de Samambaia (Iesa) e pós-graduação em Bioética pela Universidade de Brasília (UnB). Além da organização das diversas agendas de luta do CNS, a secretária vinha participando de encontros pelo país com o objetivo de compartilhar a experiência da secretaria em âmbito nacional. “É importante fazermos essa aproximação com os estados e municípios. Nosso papel é fundamental para o funcionamento dos conselhos, nós damos encaminhamento às deliberações”, dizia.
A secretária executiva tinha 55 anos, deixa três filhos e uma rede de amigos e companheiros de militância. Sua contribuição por uma saúde pública e de qualidade para todos os brasileiros e brasileiras foi fundamental e continuará reverberando em nossas práticas e desafios em defesa dos direitos da população e do Sistema Único de Saúde (SUS). A secretária executiva do CNS será lembrada como uma mulher firme, que não tinha medo de lutar pelo que acreditava com o objetivo de fortalecer a participação social no Brasil. Toda nossa solidariedade aos conselheiros e conselheiras diante desta perda.
Em breve informaremos os locais onde acontecerão o velório e o enterro.
Conselho Nacional de Saúde

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Mais Lidas