Home Posts VAMOS SALVAR O BOSQUE DO CAFÉ

VAMOS SALVAR O BOSQUE DO CAFÉ

Um “conluio” de crescimento

Uma empresa de geradores de energia com sede em Goiânia e filial em Brasília, resolveu aproveitar a crise cavalar da CELG, e disparou no crescimento de venda e locação de motores para gerar energia. Essa empresa esqueceu de uma coisa:  que tanto ela, quando a famigerada CELG,  precisam gerar energia com respeito ao meio ambiente e as pessoas.

A empresa DCCO, localizada num bairro residencial da capital, expandiu os seus negócios, comprou vários prédios no setor Santa Genoveva, e agora resolveu fazer do Bosque do Café – área de conservação ambiental – um estacionamento de caminhões. Os veículos estão sempre tomando as vias do Bosque, com produtos inflamáveis, e também as calçadas da via de acesso ao bosque, denominada de Av.Serra Dourada. Já pedimos, sugerimos a retirada dos veículos, mas os diretores da empresa parecem insensíveis.

Funcionário faz abastecimento de caminhão na via de acesso ao Bosque do Café

Neste domingo, 26 de agosto, diante do perigo real dos carros sendo abastecidos em local impróprio, resolvei ligar, novamente, para a AMMA – Agência Municipal do Meio Ambiente – no número verde 161. A atendente mostrando disposição, ouviu a estória, tentou encaminhar o problema para a agência de trânsito, e depois de consultar um superior, deu uma resposta estarrecedora: “Vamos deixar acontecer algum derramamento de combustível para o senhor fazer uma reclamação, pois não aconteceu nada e assim nosso pessoal não pode atender seu pedido e eu não posso abrir uma reclamação”. Fiquei impressionado com a educação e falta de compreensão da parte da atendente, que naquele momento   representava o poder público municipal. Tenho certeza que essa não deve ser a orientação da administração municipal de Goiânia, mas parece um conluio de alguns servidores despreparados,  com as grandes empresas, pois o servidor de plantão pediu para que acontecesse um “acidente ambiental” para a AMMA agir.

 

Caminhão no Bosque do Café, com carga perigosa (transporte de combustível)

Já “salvamos” o Bosque do Café de outra ação criminosa de uma empresa de telefonia, que fazia escavações dentro da área para instalar cabos de fibras. Na época o presidente da AMMA tomou providências imediatas, parou a obra e multou a empresa, tudo sob o comando do prefeito Paulo Garcia.

Estacionamento nas calçadas e transbordo de equipamentos inflamáveis na via pública

Agora esperamos a mesma eficiência para não deixar dúvidas com os moradores e cuidadores do Bosque do Café,  sobre a conservação e proteção ambiental da cidade,  e que a administração não fiscaliza as empresas poluidoras, nesse caso a  DCCO-Geradores.

Para quem deseja ajudar, pode também acessar o sitio da empresa poluidora e mandar uma mensagem – www.dcco.com.br

Vamos salvar o BOSQUE DO CAFÉ.

Esse texto foi CENSURADO, a empresa entrou na JUSTIÇA pedindo que fosse retirado. Cumpri a decisão JUDICIAL. Mas desejo a análise de todos, se é censurando que se resolve….

 

1 COMMENT

  1. Escolha o título. Marque apenas uma das alternativa. Não serão aceitas rasuras ou emendas.
    01 – ( ) Mais uma ação da in JUSTIÇA, a qual temos apenas que lamentar.
    02 – ( ) Super poderes da caneta BIC
    Estou em dúvida do título mais adequado ao que venho escrever a seguir. Deixo que cada um faça a escolha mais adequada, de acordo com as suas interpretações. E olha que cada um TEM AS SUAS PRÓPRIAS INTERPRETAÇÕES.
    Antes de qualquer coisa, gostaria de parabenizar os advogados da parte ofendida pelo ganho que teve na justiça. Parabéns nobres advogados! Diante dos códigos de leis são vitoriosos, mas diante da moralidade dos fatos, são mesmo vitoriosos? Ah, não me processem é apenas uma pergunta e não juízo de valores.
    Quando o amigo comenta que o assessor ou o magistrado não tiveram a oportunidade de verem as fotos publicadas, informo que a justiça é cega. E por estas e outras que algumas decisões são deliberadas em favor de quais nomes constam na assinatura da petição inicial. Volto a falar: Não me processem. Não estou fazendo juízo de valor. Estou apenas comentando.
    Eu não acredito na justiça. Da mesma forma que não acredito em partidos políticos. Eu acredito em homens. Lembro agora de algumas frases de uma música de Marcelo D2:
    “(…) preste atenção
    Portas se abrem e aumenta o poder da visão
    Isso é o meu compromisso (…).
    Não preciso da sua postura
    A minha segurança eu faço na cintura
    Um hipócrita vai e os valores não caem
    É tanto preconceito que eu não aguento mais
    Se você tem amor pelo que tem no peito
    (…) mantenha o respeito.
    (…) Enquanto uns choram outros vem e os devoram.
    O meu pensamento não é como o seu
    (…) Me contem, me contem aonde eles se escondem.
    Atrás de leis que não favorecem vocês
    Então porque não resolvem de uma vez
    Ponham as cartas na mesa e discutam essas leis
    (…) Planet hemp mermão os criminosos?
    Porque eu luto pelos direitos dos nossos, não!
    Pessoas inocentes morrem e vão pruma gelada
    Eu ouço “bang, bang” e não vou fazer nada?
    (…) Mas se você quer brigar ponha a barba de molho.
    Comigo é dente por dente, olho por olho.
    Se você tem amor pelo que tem no peito
    Dê dois, mas mantenha o respeito, (“…) mas mantenha o respeito.”
    Voltando… foi uma viagem na poesia do respeitado compositor… odiado por muitos…
    Parayba, quanto a sua preocupação com quem acessa seu site, pode ficar tranquilo. Existem advogados que defendem bandidos e pessoas honestas. E, que fique claro, não estou afirmando que ninguém ou alguém aqui é bandido. É apenas para ilustrar que a lei é para todos.
    A liberdade nas redes como se vê em Goiás, está em minha opinião, bem próxima à liberdade imposta por regimes Chinês, Iraniano, Paquistanês, Egípcio, Iraquiano (ainda em guerra – velada, mas em guerra) e tantos outros que nem sabemos que existem, tamanha a “fechadura” imposta pelo poder.
    Eu lí a nota no O POPULAR. E não poderia ficar isento da responsabilidade moral, de engrossar o coro (digo voz – e não a pele) para fazer parte desta indignação. Ao ponto de entrar em contato com alguns amigos que usam a referida empresa para comentar o acontecido e encaminhar o texto publicado e retirado posteriormente do seu site por decisão judicial. Tamanho o comprometimento com os direitos “iguais”, consegui deles a certeza de que não usariam a referida empresa na locação de geradores de energia. Quero aqui agradecer aos meus amigos, por terem lido o texto e eles próprios, terem tirado a conclusão de ajudar ou não a causa.
    Tenho que lhe dizer amigo, que seu advogado não é bom, frente aos que assinam para a empresa “ofendida”, tadinha. O seu advogado É OTIMO. Ele mais do que ninguém, poderia lhe garantir na JUSTIÇA um direito garantido na Constituição Federal. E ao Bosque do Café, “peço” que tenha forças para aguentar tamanha agressão, estupidez humana, insensatez, ignorância e ganância… Estamos juntos com você amigo Bosque do Café. E, informo que podem até ter calado o amigo, mas estamos enviando o pedido em forma de clamor ao Ministério Público FEDERAL que parece que é a única instituição da justiça em Goiás com razoabilidade para impedir tamanho desrespeito às regras de convivência com outras pessoas e etc, etc, etc…
    E a angústia que sente agora, digo que é compartilhada com pessoas de bem, de caráter, de boa índole, de conduta idônea e acima de tudo LIMPA.
    Fica apenas uma observação: As redes sociais é terreno livre para debatermos nossos “DEBATES”. Lutar as nossas “LUTAS”. E viver a nossa “VIDA”.
    E sabendo que o amigo, sabe a minha identidade, ao Cristo que sirvo, não posso ser menos ou mais amargo aos “ofendidos” e menos justo com você.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Mais Lidas