Home Posts Eu não derrubei o papa, mas rezo para avanços na Igreja

Eu não derrubei o papa, mas rezo para avanços na Igreja

COMO SE ELEGE UM PAPA

      A Carta ao Papa, sobre a situação do padre goianiense, que desobedece as ordens pastorais, causou espanto em alguns irmãos e irmãs, mas foi providencial. Acho que o ato humilde do Papa Bento XVI, ao renunciar,  foi a providência divina para abrir as portas da Basílica de São Pedro.

Sempre rezei para que a Igreja servisse aos pobres e excluídos, à luz do CONCÍLIO VATICANO II, que completa 50 anos. Mas chorava copiosamente, quando via o declínio da Santa Madre Igreja, pecando e optando pelos ricos; esquecendo a Teologia da Libertação para trilhar nos caminhos neopentecostais, adotando a Teologia da Prosperidade, e ligada cada dia mais  aos ricos e poderosos.

Por isso escrevi ao PAPA, alguns brincam que eu derrubei Sua Santidade; pura fantasia. Eu abri o assunto, e acho que ao receber a carta, o Santo Padre, deve ter dito: “Não aguento mais”.

Um novo Conclave deve começar no final de fevereiro, e vamos rezar para que a Igreja se volte para o Evangelho de Jesus Cristo.

Para quem deseja entender e acompanhar o processo da escolha do novo PAPA, eu quero humildemente sugerir a leitura do livro do mestre Alberto Melloni: “COMO SE ELEGE UM PAPA”, Edições Paulinas (Igreja na História).

Livro recomendado para quem deseja entender o CONCLAVE.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Mais Lidas